Com o Intelbras Cloud, usuários dos sistemas Android e IOS conseguem visualizar rapidamente as imagens das câmeras sem a necessidade de configuração do roteador.

A Intelbras, apresenta uma solução que visa facilitar a configuração dos sistemas de CFTV. O serviço, gratuito, denominado Intelbras Cloud, possibilita que os usuários tenham acesso às imagens das câmeras registradas por meio de um QR Code.

De maneira rápida e fácil, a ferramenta possibilita total gerenciamento das imagens dos gravadores, sendo que os usuários poderão monitorar residências ou estabelecimentos comerciais por smartphones, tablets ou por meio da internet ou da rede local. O produto elimina a necessidade de configuração do roteador e permite, ainda, que o usuário visualize até 16 câmeras simultaneamente e pré-visualize até 256.

O acesso pelo smartphone é feito com o iSIC 6, app próprio da Intelbras, disponível na Google Play e na Apple Store, que faz a integração com o sistema de CFTV. Com o aplicativo instalado, assim que o usuário fizer a leitura do QR Code, presente no DVR ou NVR, o sistema o direcionará à base onde as imagens estão disponíveis.

“Com as novas tecnologias, o usuário não precisa mais depender de processos complexos e até mesmo difíceis de configuração. Por isso, a implantação de ferramentas como o Intelbras Cloud e o iSIC 6 é positiva e tende a beneficiar significativamente o segmento de segurança no Brasil”, destaca Henrique Fernandez, diretor de Unidade de Negócios.

Principais lançamentos
A Intelbras comemorou o seu 40º aniversário em março de 2016 e celebrou, no mês seguinte, a venda de 1 milhão de DVRs. Um dos motivos que proporcionaram esse excelente resultado foi o fato de a empresa ter sido pioneira e principal responsável pela migração analógica de baixa resolução para a alta com o lançamento de câmeras HD com transmissão pelo cabo coaxial, tecnologia que foi muito bem aceita no mercado de CFTV.

A principal novidade da companhia  é a evolução dos gravadores. A partir de agora, todos os DVRs da Intelbras aceitam câmeras 1080p (Full HD), migrando a tecnologia para resoluções ainda maiores. O próximo desafio é migrar o mercado para a tecnologia IP. Cabe destacar que alguns de seus lançamentos já possuem funções tais como o modo NVR, que caminham para essa nova realidade.

O gravador digital de vídeo tríbrido da série 1000, de segunda geração, com quatro, oito ou 16 canais de vídeo e compatível com as tecnologias HDCVI, analógica e IP. O equipamento visualiza as imagens em 1080p e grava em 1080N, além de oferecer o modo NVR, que transforma todos os canais analógicos em IP. Essa nova geração é uma evolução da série 1000, já conhecida no mercado, que suportava somente câmeras com resolução até 720p.

Serviço:
Intelbras
(48) 2106-0006
intelbras.com.br