Philips Lighting prepara a cidade para o grande evento esportivo de 2016, iluminando suas principais vias e pontos turísticos: Porto Maravilha, Arco Metropolitano, Elevado de Joá e Museu do Amanhã.

Porto Maravilha

Philips Lighting anuncia suas soluções aplicadas em quatro grandes projetos de iluminação pública para Rio de Janeiro, melhorando a infraestrutura da cidade que deve receber mais de meio milhão de visitantes internacionais durante o evento esportivo de 2016. A renovação da iluminação foi feita nas principais vias da cidade: região portuária (Porto Maravilha), Arco Metropolitano e Elevado do Joá receberem soluções em LED de alta eficiência energética, contribuindo com a segurança desses locais. O Museu do Amanhã, que oferece uma experiência única aos seus visitantes, recebeu iluminação em LED que muda de cor e interage com música ambiente.

“Como líder mundial em iluminação estamos felizes em ajudar o Rio de Janeiro na preparação da cidade para receber os seus visitantes internacionais e, ao mesmo tempo, oferecer um legado para a população para os próximos anos. As melhorias de iluminação em LED proporcionam o aumento da segurança e economia de energia, permitindo que a cidade cuide, ao mesmo tempo, de questões ambientais e sociais”, afirma Yoon Young Kim, Diretor Presidente da Philips Lighting Brasil.

A nova área de porto e duas importantes vias da cidade têm renovação em LED
A região do porto, nomeada de Porto Maravilha, passou por uma revitalização urbana conduzida pela Concessionária Porto Novo. Como parte do projeto de renovação urbana, a área recebeu 750 unidades de luminárias Green Vision LED que podem reduzir até 50% do consumo de energia elétrica, se comparada com soluções convencionais de iluminação. Além dessa tecnologia, os dois túneis da região foram equipados com luminárias LED Tunnel BWP350, que garantem níveis seguros de iluminação para vias fechadas.
Toda a malha de luminárias do Porto é controlada pelo Philips City Touch, sistema que está conectado ao Centro de Controle Operacional (CCO) da Concessionária Porto Novo, possibilita monitorar cada ponto de luz da rede de maneira individual, permitindo um funcionamento contínuo de cada luminária e programando possíveis substituições ou tarefas de manutenção futuras. O sistema também viabiliza a programação para acender, apagar e regular os níveis de iluminação adequados, segundo as necessidades específicas, o que reduz significativamente o consumo de energia.

Já o Arco Metropolitano, estrada que foi construída no entorno da Região Metropolitana do Rio de Janeiro que liga a região de Itaboraí ao Porto de Itaguaí, foi equipado com 4.360 luminárias Philips Green Vision Xceed Solar. Essa solução de iluminação é equipada com painel solar, que converte a energia do Sol em eletricidade, sendo então uma opção sustentável de iluminação. A participação da Philips nesse projeto é resultado de uma parceria da empresa com a Kyocera Solar, especializada na fabricação e distribuição de produtos de energia renovável.

Outra importante via iluminada pela Philips é o Elevado de Joá, uma obra da Prefeitura do Rio de Janeiro. Localizado na zona oeste da cidade, ligando o largo da Barra até São Conrado, o elevado recebeu 986 luminárias Philips Flow Base e 369 luminárias Green Vision Xceed, equipadas com tecnologia LED, promovendo assim a economia de energia e iluminação uniforme e eficiente nos quatro túneis ao longo da via.
Museu do Amanhã

A Philips também forneceu iluminação para o Museu do Amanhã, recém-inaugurado ponto turístico do Rio de Janeiro, que teve seu projeto luminotécnico desenvolvido pela arquiteta Mônica Lobo, do LD Studio. A área final do museu, Oca da Imaginação, que leva o visitante a refletir sobre o futuro do planeta, foi equipada com soluções em LED exclusivas da Philips que podem reproduzir várias cores e interagir com música ambiente. Com esta iluminação cênica, os visitantes podem desfrutar de uma experiência única e divertida.

De acordo com a lighting designer que projetou a iluminação do Museu do Amanhã, Mônica Luz Lobo, houve grande preocupação em integrar todas as luminárias ao corpo do edifício, revelando a sua arquitetura, além do comprometimento com a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design – Liderança em Energia e Design Ambiental, em português.

Serviço:
PhilipsLighting
0800 979 1925
lighting.philips.com.br