Skip to main content
Milão 2020

Serviços de suporte e o impacto positivo nos sistemas de controle de iluminação

Por Pedro Polo *

Atualmente, os sistemas avançados de controle de iluminação apresentam um impacto muito maior sobre as operações de construções e no seu desempenho do que víamos anos atrás, o que faz com que o projeto de lighting design se torne cada dia mais complexo. Os gerentes das instalações são os responsáveis por manter estes sistemas atualizados, tendo que retirar dali o máximo de eficiência possível, sendo capazes ainda de se adaptarem rapidamente a todas as mudanças nos requisitos da construção.
Desta forma, identificar a melhor combinação de serviços de suporte no início do projeto, o que inclui treinamento e manutenção preventiva, é uma das melhores formas de se maximizar a eficiência do sistema, garantir longa vida ao produto – e consequentemente redução de custos – e minimizar os riscos desde o projeto até a ocupação do prédio por quem realmente importa: as pessoas. Leia+Mais→

Pico Wireless

O Pico Wireless possibilita ter o comando da iluminação por meio de um controle manual ou de mesa, um interruptor na parede ou até mesmo acoplado ao veículo.

Pico Wireless Lutron

A inovação foi desenvolvida pela Lutron sempre com foco na eficiência energética.

Com cinco configurações de botões e outras cinco de acabamento, o Pico Wireless é versátil e fácil de usar. Com ele, não são necessários fios para a instalação, nem mesmo quando um novo ponto de controle é adicionado. Leia+Mais→

Sistemas de controle de iluminação e os bons retornos que você nem imagina

A iluminação consome mais energia elétrica do que qualquer outro sistema que precisa de eletricidade em um edifício comercial, sendo responsável por nada menos que cerca de 38% do total gasto. Esta informação por si só já é o suficiente para explicar a importância de um sistema de controle de iluminação em qualquer empreendimento.   Por Pedro Polo*

Quando temos controle sobre como as luzes são utilizadas e por quanto tempo, o quão brilhante elas são e até mesmo como elas são configuradas dentro de um espaço, isso diminui drasticamente os custos operacionais e pode elevar as receitas e o lucro. Podemos estar vivendo em um momento de bandeira verde das contas de energia elétrica, mas é indiscutível que a eletricidade é um ativo caro no Brasil, e jamais pode ser desperdiçado ou pior: ignorado. Leia+Mais→

Lutron ilumina a nova sede do Mercado Livre, em São Paulo

Empresa norte-americana líder mundial em controle de iluminação utilizou o Energi TriPak, cujos produtos detectam, ajustam e mantêm os níveis de luz.

A nova sede do Mercado Livre no Brasil, localizado entre os municípios de São Paulo e Osasco, é uma referência em edifícios corporativos sustentáveis. No que se refere ao controle da iluminação, a empresa contou com a ajuda da Lutron. Leia+Mais→

Teclado Palladiom

O design simples e intuitivo do teclado Palladiom traz sutileza e elegância a qualquer projeto. Fácil de operar, ele proporciona uma beleza decorativa com um design simples e minimalista que complementa qualquer design de interiores. É o primeiro dispositivo do seu gênero a ter botões e painéis frontais confeccionados com o mesmo material – plástico, vidro ou metal – para se chegar a uma estética coordenada. Leia+Mais→

Ajuste de cor: modo de usar

Por Pedro Polo*

A luz de um ambiente não precisa ter apenas uma cor. Parece óbvio à primeira vista, mas basta prestar um pouco de atenção para concluir que a criatividade de um projeto muitas vezes passa longe da cor da iluminação. Ajustá-la e controla-la pode significar um novo passo, uma evolução no design de iluminação. Manipular a cor da iluminação elétrica para uma variedade de finalidades, como apresentação, conforto e bem-estar é a garantia de criação de ambientes constantemente em evolução.
Trabalhar com o ajuste de cor pode significar um lugar mais aconchegante ou mais animado, e combinando-o com as cores naturais de um ambiente, como paredes e até os móveis inseridos no local, os resultados podem ser, além de eficazes, impressionantes.
O ajuste de cor evoluiu significativamente com o desenvolvimento das lâmpadas LED e de iluminação de estado sólido (SSL), e pode ser utilizado tanto em aplicações residenciais quanto em comerciais. Afinal, os nossos olhos merecem ser bem tratados em qualquer lugar.
Quando vamos a uma loja de materiais para construção podemos encontrar uma variedade de tintas brancas, com diferentes tons. O mesmo acontece com a luz branca, com todas as suas conhecidas variações, como a temperatura da cor – a luz emitida por um radiador de corpo negro (objeto que absorve toda luz incidida nele).
Enquanto lâmpadas incandescentes são radiadores de corpo negro, as luzes LED não são, embora a sua saída de luz tenha uma temperatura de cor. Portanto, o termo temperatura de cor correlacionada (CCT) é usado para correlacionar um radiador de corpo não negra para a temperatura de cor emitida por um radiador de corpo negro equivalente.
Existe o consenso de que a luz branca é o resultado da combinação de todas as outras cores, e isso é verdade. Entretanto, essa luz tão desejada também pode ser obtida por meio da mistura de cores em conjunto, como o vermelho, o verde e o azul. A proporção de como as cores são misturadas determina a temperatura de cor.
Reduzir a temperatura da cor de uma fonte de luz em proporção à intensidade, de modo a imitar a mudança de cor das lâmpadas incandescentes no que diz respeito à intensidade; controlar a temperatura da cor e a intensidade de uma fonte de luz, independentemente, dentro dos parâmetros especificados; e alterar o espectro de cor emitida de uma fonte de luz tipicamente pela mistura de várias cores básicas em proporções diferentes são os três modos predominantes de técnicas de ajuste de cor.
Cores certas para ambientes certos
Quando o filamento de uma lâmpada incandescente é ligado em sua intensidade máxima, a temperatura da cor varia de 2700 e 3000 Kelvin (K). Isso dá espaço para brincar com o ajuste da cor: Ao escurecer o filamento ele é esfriado, o que gera cores mais quentes, ideais para ambientes intimistas, com uma sensação calmante. Essa tonalidade de luz é bastante comum em lugares feitos justamente para relaxar, como restaurantes, cafés e – por que não? – a nossa própria casa.
Para “imitar” o comportamento das luzes incandescentes, cada vez menos utilizadas mundo afora, as luzes LED são capazes de usar a CCT, chegando ao mesmo resultado. O driver do LED traduz a entrada de controle para a intensidade e temperatura da cor mais adequada. Neste caso, a entrada de controle é, na maioria das vezes, prospectiva ou utiliza linhas de tensão reversa.
Para lâmpadas LED (como base de rosca com driver integrado) o controle é tipicamente feito por controle de fase adiantada ou reversa. O uso de controles digitais é mais adequado: a principal vantagem é que a fiação de energia e controle podem ser executadas separadamente e os equipamentos podem ser agrupados e zoneados através dos softwares, sem a necessidade de mudar a fiação da linha de tensão.
No caso das luzes em ambientes comerciais é historicamente comum que estas fontes, principalmente as lâmpadas fluorescentes, possuam uma temperatura de cor específica. O que vemos são cores engessadas em todos os momentos do dia, em todas as estações do ano. Entretanto, novos estudos abordam a saúde, o conforto e o aumento da produtividade por conta de simples ajustes da temperatura da cor de uma fonte de luz.
Os ajustes nos drivers de LED podem garantir o controle, de forma independente, tanto da temperatura da cor quando da intensidade de um dispositivo elétrico. “Sintonizar” a luz branca é uma técnica obtida com luminárias de LED em oposição ao uso de lâmpadas aparafusadas, apesar do fato de que estas últimas, assim como aquelas que não utilizam fios, podem ser um excelente recurso.
Existem dois tipos principais de produtos de iluminação ajustáveis brancos: Luminárias com dois driver LED CCT diferentes e luminárias com entradas de controle separados para intensidade e cor.
O primeiro método para se alcançar o branco sintonizável consiste no controle separado de duas cargas de LED com temperaturas de cor diferentes (por exemplo, 3000 K e 5000 K). A intensidade relativa das duas cargas determina a temperatura de cor resultante do sistema, assim como a sua amplitude.
A temperatura de cor do dispositivo pode ser ajustada dentro dos limites estabelecidos pelas temperaturas de cor individuais. Isto pode ser obtido com dois drivers de LED, cada um com uma entrada de controle separado. Leia+Mais→

Iluminação em hospitais, a parceria perfeita

Hospitais fazem parte da vida das pessoas. Todo mundo já visitou um hospital um dia. Seja para uma visita, uma consulta, uma emergência ou até mesmo se você trabalha no local. Em um lugar tão importante, onde vidas estão em jogo, é fundamental pensar que qualquer detalhe pode promover mudanças significativas na saúde e na qualidade de vida das pessoas.

São poucos os proprietários e investidores de instituições de saúde que conhecem as estratégias de controle de luz e seus benefícios. E, levando-se em conta que os hospitais utilizam iluminação artificial 24 horas por dia, sete horas por semana, adotar estratégias para utilizar a luz em benefício de pacientes, funcionários e visitantes, torna-se algo não apenas fundamental, mas também óbvio. Leia+Mais→