Como o pé direito das residências está cada vez mais baixo, os profissionais do décor estão optando por substituir o gesso e a iluminação central por abajures e luzes nas paredes

Parede

Carmen Calixto: iluminação de parede para quem não pode ou não quer trabalhar com gesso / Laura Santos: as arandelas na parede ajudam a dar ao ambiente mais luminosidade, beleza e elegância; o abajur de pé tira o foco do teto baixo; arandelas destacam o cimento queimado aplicado na parede

Normalmente, o projeto luminotécnico de um ambiente é feita por lâmpadas de luz difusa, capazes de iluminar o ambiente como um todo e luzes pontuais com lâmpadas de efeito, sendo responsável pela sensação de aconchego e pela valorização de pequenos detalhes na decoração.

Porém, de acordo com a arquiteta Carmen Calixto, para ambientes onde se tenha alguma restrição ao rebaixo do forro, a distribuição de luz no teto pode ser um pouco mais complexa o que faz com que mudemos a forma tradicional de pensar a iluminação nos espaços. Leia+Mais→